UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

02/10/2009 - 12h09

Número de mulheres casadas que contribuem para a renda familiar sobe para 64%

SÃO PAULO - O percentual de mulheres casadas que contribuem para a renda de suas famílias cresceu 25,2 pontos percentuais nos últimos 16 anos, passando de 39,1% em 1992 para 64,3% o ano passado.

No geral, segundo informações do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) constantes do estudo intitulado "Comunicado da Presidência" e divulgado na última quinta-feira (1), esse número passou de 30,1% para 40,6%, no período analisado.

Chefes de família

Ainda segundo a pesquisa, nos últimos anos, houve um aumento expressivo na proporção de mulheres, com ou sem filhos, consideradas chefes de família. Em 1992, esta situação era comum para somente 4,5% dos casais, e em 2008, este percentual saltou para 31,2%, o equivalente a 4,3 milhões de famílias brasileiras.

Além disso, no ano passado, 8,9% ou 5,1 milhões de mulheres brasileiras estavam vivendo sozinhas, frente a 6,2%, no final do século passado.

Afazeres domésticos

As mudanças, entretanto, não tiraram das mulheres a responsabilidade pelos afazeres domésticos, apesar de elas estarem assumindo o papel de provedoras. No ano passado, 87,9% das mulheres ocupadas se dedicavam às tarefas do lar, sendo que entre os homens este número era de 46,1%.

No que diz respeito ao número de horas dedicadas a tais afazeres, também apurou-se diferença expressiva entre homens e mulheres: 20,9 horas semanais para elas e 9,2 horas para eles.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host