UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/10/2009 - 10h06

Com reajuste da Anatel, conta de telefone fixo sobe 0,32% em setembro

SÃO PAULO - A conta de telefone fixo ficou 0,32% mais cara para os consumidores brasileiros, em setembro. Segundo indicou o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), divulgado na última quinta-feira (08) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o aumento é reflexo do reajuste concedido pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) às operadoras.

No nono mês do ano, a região que registrou o maior aumento foi Curitiba, com alta de 1,15%, enquanto Rio de Janeiro e Goiânia registraram altas de 0,20% cada, o menor percentual registrado.

No acumulado do ano, o item também registra alta de 0,32%, enquanto nos últimos 12 meses, os valores das contas de telefone já subiram 0,68%. Na tabela abaixo, é possível conferir os resultados apresentados, por capital analisada, tanto em setembro, quanto nos últimos 12 meses:

Local Setembro 12 meses
Rio de Janeiro 0,20% 0,20%
Porto Alegre 0,32% 0,98%
Belo Horizonte 0,22% 0,22%
Recife 0,21% 0,21%
São Paulo 0,31% 1,17%
Distrito Federal 0,23% 0,23%
Belém 0,29% 0,29%
Fortaleza 0,31% 0,31%
Salvador 0,24% 0,24%
Curitiba 1,15% 1,15%
Goiânia 0,20% 0,20%
Nacional 0,32% 0,68%


Comunicação

O encarecimento em telefone fixo foi o principal responsável pela alta do índice do grupo Comunicação, que passou de -0,02% para 0,22%, influenciado no comportamento do IPCA, que também registrou alta ao passar de 0,15% para 0,24% entre agosto e setembro.

Mas além desse item, TV a cabo também apresentou alta considerável no período, de 0,62%, com destaque para Porto Alegre (2,63%), Belo Horizonte (2,88%) e Curitiba (0,49%). Todas as outras regiões analisadas registraram estabilidade nos preços desse produto no nono mês do ano.

No acumulado do ano, esse item registra alta de 2,50%, sendo que Rio de Janeiro (4,04%), Porto Alegre (8,68%), Belo Horizonte (4,62%), Curitiba (4,63%) e Goiânia (3,70%) apresentaram aumentos acima da média nacional. Já Salvador (0,23%), Belém (1,01%) e Distrito Federal (1,46%) tiveram aumentos menos intensos, enquanto Recife, São Paulo e Fortaleza registraram estabilidade no período.

Considerando o período entre outubro de 2008 e setembro deste ano, o aumento na TV a Cabo chega a 4,06%, sendo que as regiões de Porto Alegre (8,68%) e Belo Horizonte (5,63%) tiveram as maiores altas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host