UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/10/2009 - 14h16

Dia das Crianças: opção foi por presentinhos e compra à vista prevaleceu

SÃO PAULO - No Dia das Crianças deste ano, o pagamento à vista prevaleceu sobre o uso do crédito na compra dos presentes, entre os consumidores paulistanos. Segundo dados da ACSP (Associação Comercial de São Paulo), a consulta ao SCPC Cheque entre os dias 1 e 12 de outubro aumentou 8,6% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Para o economista da associação, Emílio Alfieri, essa preferência já era esperada, pois, nessa época, a opção dos pais é pelos brinquedos que exigem menos do bolso. "O Dia das Crianças é diferente do Dia das Mães, quando as pessoas compram coisas para o lar. Pode ser que uma criança ou outra, das classes mais altas, tenha ganhado um presente mais caro, mas a maioria ganhou o presentinho mesmo", explica.

Crédito ainda em queda

Apesar de ainda não divulgar números, Alfieri afirma que o uso do crediário ainda registra queda na comparação com o mesmo período do ano passado, mas em menor intensidade do que a apresentada nos meses anteriores.

"Em outubro do ano passado, já havia os efeitos da crise econômica, então, a base de comparação fica fraca. Em novembro e dezembro deste ano, a base fica mais favorável para o resultado deste ano", diz.

O economista acredita que é possível que o uso do crédito volte a registrar resultados positivos em dezembro deste ano, e lembra que o Natal, junto com o Dia das Mães, é a data em que os consumidores mais utilizam o financiamento para comprar.

Sobre o Dia das Crianças, Alfieri lembra que os resultados indicam que as pessoas estão mais animadas para consumir, mas que esse entusiasmo é mais para a compra à vista.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host