UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/10/2009 - 15h33

Juros ao consumidor voltam a subir em outubro, segundo dados preliminares do BC

SÃO PAULO - Depois da queda histórica apurada entre os meses de agosto e setembro, conforme divulgado nesta terça-feira (27) na Nota de Política Monetária e Operações de Crédito do BC (Banco Central), atingindo 43,6% ao ano, a taxa de juros média cobrada do consumidor já voltou a subir no mês de outubro.

Segundo divulgado pela Agência Brasil, dados preliminares do BC mostram que entre os dias 01 e 13 de outubro a taxa de juros média para as pessoas físicas já estava em 46% ao ano.

Para as empresas também houve acréscimo, ficando em 26,4% ao ano até 13 de outubro, contra 26,3% ao ano registrados em setembro.

Spread e Crédito

O spread, diferença entre a taxa de captação e a cobrada dos clientes na hora do empréstimo, também sofreu alterações nos primeiros 13 dias de outubro, frente ao mês anterior, chegando a 33,4 pontos percentuais nos dados preliminares para pessoa física, contra 35,3 pontos percentuais em setembro.

No caso das empresas, o spread passou de 17,7 pp para 17,6 pp, no período analisado. Para o chefe adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Túlio Maciel, a expectativa do mercado financeiro de que a taxa básica de juros, a Selic, suba no próximo ano, por conta da previsão de crescimento da economia, tem aumentado o custo de captação dos recursos pelos bancos.

Apesar disso, o volume de operações de crédito do sistema financeiro nacional continua crescendo, sendo que, nas duas primeiras semanas de outubro, o volume de crédito para pessoas físicas teve alta de 2,3% e para as empresas é de 1,3%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host