UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/10/2009 - 10h20

Caixas eletrônicos paulistas contarão com vigilância privada

SÃO PAULO - Caixas eletrônicos e terminais de autoatendimento do estado de São Paulo contarão com vigilância privada obrigatória.

Isso porque, na última quarta-feira (28), a Assembleia Legislativa paulista aprovou o Projeto de Lei 703/2099, de autoria do deputado Roque Barbieri (PTB), que obriga a manutenção de serviços de segurança privada junto a estes equipamentos.

A medida também é válida para locais autorizados a receber pagamentos de contas e faturas (com exceção dos supermercados), casas lotéricas e agências do correio.

Autoatendimento

De acordo com o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), conforme dados da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), no que diz respeito aos terminais de autoatendimento, os 170.245 caixas eletrônicos do país comportam um terço de todas as transações bancárias no Brasil.

Para que o consumidor se proteja de eventuais fraudes ou golpes, o Idec dá as seguintes dicas:


  • Evite usar os terminais eletrônicos em lugares desertos, principalmente à noite;
  • Procure ocupar, com o corpo, o espaço em frente ao terminal, evitando que suas transações sejam observadas;
  • Mantenha o cartão em lugar seguro e não deixe a senha próxima dele. Se possível, memorize os números e as letras.
  • Nunca aceite ajuda de estranhos e só solicite informações aos funcionários do banco;
  • Antes de utilizar o terminal eletrônico, verifique se ele está funcionando e se não há nada estranho no local onde se coloca o cartão;
  • Se o terminal não concluir uma operação, certifique-se de que a transação foi encerrada e entre em contato com o SAC imediatamente

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host