UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/11/2009 - 12h49

IBGE: cresce número de crianças com certidão de nascimento, após gratuidade

SÃO PAULO - Dez anos após a Lei da Gratuidade do Registro Civil, o número de crianças com certidão de nascimento cresceu no Brasil.

Em 1998, a cada 100 crianças nascidas, 27 não eram registradas e, em 2008, este número caiu para aproximadamente nove.

Os dados são da Estatística do Registro Civil 2008, que foi divulgada nesta quarta-feira (25) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Nascimentos

Em 2008, foram realizados 3.085.452 registros de nascimento, dos quais 2.789.820 ocorreram no ano e 295.632 eram registros extemporâneos - referentes às pessoas que nasceram nos anos anteriores -, que representaram 9,6% do total.

São Paulo (1,8%), Paraná (2,3%) e Santa Catarina (2,4%) foram as unidades de federação com as menores proporções de registros extemporâneos, enquanto as maiores proporções estavam no Amazonas (36,5%), Pará (32,6%) e Maranhão (26,3%).

O IBGE estima que 248 mil crianças deixaram de ser registradas em 2008, o que corresponde a 8,9% dos nascimentos naquele ano. Houve 879 nascimentos registrados, cujo local de residência da mãe era no exterior.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host