UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 17h38

Pedágios de rodovias de São Paulo têm reajuste de até 7,69%

SÃO PAULO – O pedágio da Rodovia Fernão Dias (BR-381), entre São Paulo e Minas Gerais, não sofrerá reajuste, como previsto em contrato a cada 12 meses. Já a rodovia Transbrasiliana (BR-153), que liga São Paulo a Minas Gerais e Paraná, teve um reajuste no pedágio de 7,69%.
De acordo com a ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre), não houve variação tarifária na Fernão Dias devido ao arredondamento feito após uma revisão tarifária associada a ajustes no cronograma de obras da concessionária. Assim, a tarifa cobrada continua a ser de R$ 1,10.
No caso da Transbrasiliana, o reajuste fez com que a tarifa passasse de R$ 2,60 para R$ 2,80 desde a última sexta-feira (18).
Além disso, a ANTT autorizou, a partir do último sábado, uma alta de 7,4% na tarifa da Planalto Sul (BR-116), rodovia que liga Paraná e Santa Catarina. Desta forma, a tarifa passou de R$ 2,70 para R$ 2,90.
ReajustesA ANTT explicou que este foi o primeiro reajuste autorizado desde a concessão realizada durante a segunda etapa do Programa Federal de Concessão de Rodovias, em leilão ocorrido em 2007.
As concessionárias assumiram a administração dos trechos em fevereiro de 2008 e começaram a cobrança de pedágio em dezembro do mesmo ano. Os reajustes das demais concessionárias, previstos em contrato a cada 12 meses, seguirão a data de aniversário do início da cobrança de pedágio.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host