UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 09h48

Salário mínimo poderá ser pouco maior que o previsto e ficar em R$ 510

SÃO PAULO – Com reajuste de 9,7%, o salário mínimo poderá ficar em R$ 510, afirmou o relator-geral do Orçamento 2010 da União, deputado Geraldo Magela (PT-DF).

De acordo com a Agência Brasil, o parlamentar deve encaminhar a sugestão ao presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva. A previsão anterior era a de que o salário ficasse em R$ 505,90 a partir de janeiro do próximo ano.

Segundo Magela, o reajuste maior é possível, uma vez que no próximo ano deve haver aumento da receita e consequente crescimento da economia. O novo valor custará R$ 870 milhões a mais aos cofres públicos.

Orçamento 2010

Magela afirmou ainda que estão previstos R$ 13 bilhões para ressarcir os estados, municípios e o Distrito Federal pelas perdas de recursos causadas pelas isenções tributárias concedidas pelo governo a produtos destinados à exportação.

Esse valor ainda servirá para conceder o reajuste dos servidores públicos, dos valores do tíquete-alimentação e para as obras da Copa do Mundo de 2014.

Nesse valor também está contemplada a correção das aposentadorias e pensões. O reajuste para quem recebe até um mínimo ficou em 5,08%, afirmou o ministro da Previdência, José Pimentel. Para quem recebe acima desse patamar, o ganho real deve ser 2,5%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host