UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 18h55

Número de fundos offshore cai em novembro, mas patrimônio aumenta

SÃO PAULO – A indústria brasileira de fundos alcançou em novembro R$ 1,4 trilhão de patrimônio líquido sob gestão, uma variação de 20,55% no ano, confirmando a tendência de expansão já observada em meses anteriores. Os dados são da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).
Os fundos offshore, por sua vez, viram seu número se reduzir em novembro - entretanto, o patrimônio líquido avançou no mesmo mês.
Traçando um panorama geral da indústria de fundos nos últimos dois meses, temos:
Outubro      Novembro     
Fundos 8.639 8.636
Contas 10,1 milhões 10,1 milhões
Patrimônio líquido R$ 1,316 bilhão R$ 1,340 bilhão
Fundos offshore 83 90
PL - fundos offshore R$ 36,0 bilhões  R$ 38,6 bilhões
CategoriasAinda de acordo com a associação, a categoria Previdência vem apresentando “crescimento consistente e positivo nos últimos anos, mostrando-se superior à indústria”. A captação líquida da categoria em 2009 acumula R$ 19,5 bilhões e o patrimônio líquido é de R$ 143,8 bilhões. Com isso, a categoria é a quarta em participação do patrimônio líquido da indústria brasileira de fundos, atrás de Renda Fixa, Multimercados, Referenciado DI e Ações.
Considerando a rentabilidade, o destaque no mês de novembro foram os fundos de ações – em especial a subcategoria Ações Setoriais Privatização Vale – FGTS. No ano, contudo, a líder de rentabilidade segue sendo a subcategoria Small Caps, com retornos de 108,55% até o final de novembro, frente 78,55% de valorização do Ibovespa no mesmo período.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host