UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/12/2009 - 09h55

IPCA-15: gasto menor com alimentos faz inflação desacelerar

SÃO PAULO - O IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15) registrou uma taxa de 0,38% em dezembro, 0,06 ponto percentual abaixo da registrada no mês anterior, segundo divulgou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (23).
Os principais itens que contribuíram para que a inflação desacelerasse no período foram aqueles relacionados à alimentação, como tomate, que recuou 19,83%, leite pasteurizado, com queda de 5,31%, feijão preto (-2,19%), feijão carioca (-2,18%), carnes (-1,03%) e arroz (-0,75%), sendo que o grupo Alimentação e Bebidas saiu de 0,39% em novembro para 0,17% no último mês do ano.
No acumulado do ano, o IPCA-15 ficou em 4,18%, abaixo da taxa de 6,10% registrada entre os meses de janeiro e dezembro do ano passado. Na comparação com o mesmo mês de 2008, entretanto, o índice atual é maior, já que, naquela época o registrado foi de 0,29%.
Outros gruposNa passagem de novembro para dezembro, entre os grupos que apresentaram quedas em suas taxas, além de Alimentação e Bebidas, Comunicação também teve destaque, com o seu índice passando de 0,37% para 0,01%. Transportes (0,95% para 0,82%), Educação (0,01% para 0,00%) e Artigos de Residência (0,53% para 0,36%) também diminuíram.
Os grupos Habitação (0,16% para 0,31%), Vestuário (0,63% para 0,74%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,23% para 0,32%), Despesas Pessoais (0,36% para 0,44%) registraram alta.
RegiõesEntre os índices regionais, Brasília apresentou o maior resultado no último mês do ano, ficando em 0,96%. Na cidade, as principais influências vieram das passagens aéreas (52,53%). Já a menor taxa foi registrada em Salvador (0,06%), influenciada, especialmente, pelos resultados da gasolina (-3,43%), do álcool (-4,21%) e do automóvel usado (-2,73%).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host