UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/01/2010 - 20h02

Redução de álcool na gasolina dará segurança ao consumidor, diz Unica

SÃO PAULO - A decisão do Governo Federal de reduzir o percentual de mistura do etanol anidro na gasolina, de 25% para 20%, deve respeitar o prazo determinado de 90 dias. É o que avalia a Unica (União da Indústria de Cana-de Açúcar), para quem a medida só faz sentido se o prazo for cumprido.

"As razões pelas quais o Governo decidiu pela redução são aceitáveis, mas é preciso respeitar o prazo de 90 dias para voltar ao patamar atual. A disponibilidade de anidro dará segurança ao consumidor por conta da migração do etanol hidratado para a gasolina", afirmou o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

A medida, anunciada nesta segunda-feira (11), valerá a partir do dia 1º de fevereiro. Após o prazo de 90 dias, o percentual de álcool na gasolina voltará a ser de 25%.

Histórico

A última redução da mistura ocorreu em março de 2006, quando também caiu de 25% para 20%. Em novembro do mesmo ano, houve aumento de 20% para 23%. No mês de julho de 2007, a mistura subiu novamente de 23% para 25%.

"É louvável o fato de o Governo ter ouvido o setor e estabelecido um prazo para a vigência da medida, cujo término, aliás, ocorrerá no início da maior safra histórica estimada no País", concluiu Rodrigues.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host