UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/01/2010 - 11h28

Gradual recomenda investimento em 14 papéis até 20 de janeiro

SÃO PAULO – A Gradual Corretora divulgou sua carteira recomendada para o período que vai do dia 13 ao 20 de janeiro, e continua a dar maior peso às companhias relacionadas ao setor de construção.

A corretora sublinhou que os próximos pregões deverão ser tomados por uma “cautela” do mercado frente à forte valorização ocorrida na bolsa nas últimas semanas, fazendo com que ela se aproximasse de seu patamar máximo, 73 mil pontos.

Além disso, os analistas afirmam que, com a agenda econômica perdendo espaço para a agenda corporativa – balanços e abertura de safras -, “a percepção de descolamento da valorização de determinadas ações em relação aos respectivos desempenhos operacionais poderá detonar um movimento de correção de preços, acentuando a volatilidade dos pregões nas semanas subsequentes”.

Nova semana, mesma carteira

Para o período, a Gradual preferiu não interferir em sua última carteira, fazendo apenas uma diminuta alteração nos pesos dos papéis de Banco do Brasil e BM&F Bovespa. A primeira ascendeu de 5% para 10%, enquanto a segunda viu seu peso ser reduzido de 10% para 5%.

A elevação do Banco do Brasil se deve aos “recentes números divulgados pela instituição com crescimentos significativos nas carteiras de crédito consignado e de adiantamento de contratos de câmbio”. Enquanto a redução na exposição à Bolsa foi motivada por um “movimento defensivo, pelo elevado beta do papel diante do quadro de volatilidade crescente da bolsa.”

Ademais, os analistas relatam que, com o portfólio inalterado, o foco da carteira continua em empresas focadas no mercado doméstico, excetuando-se a Vale (VALE5), “por conta dos excelentes números da demanda chinesa.”

Desempenho da carteira

A carteira da última semana teve rentabilidade de +1,68%, ante recuo de 0,23% do Ibovespa. No ano, os portfólios recomendados pela Gradual acumulam avanço de +4,17%, enquanto o Ibovespa registra variação positiva de 2,17%.





Empresa Código Preço-alvo Upside* Peso ajustado
Vale VALE5 R$ 52,90 15% 10%
BRMalls BRML3 R$ 27,77 27% 10%
BM&F Bovespa BVMF3 R$ 15,00 11% 5%
Pão de Açucar  PCAR5 R$ 76,40 16% 10%
EzTec EZTC3 R$ 11,56 31% 10%
Banco do Brasil BBAS3 R$ 35,00 17% 10%
Brookfield BISA3 R$ 11,84 32% 5%
Cyrela CYRE3 R$ 32,69 36% 5%
Petrobras PETR4 R$ 48,20 33% 10%
Cremer CREM3 R$ 18,20 11% 5%
TIM TCSL4 R$ 6,00 16% 5%
BR Foods BRFS3 R$ 58,40 26% 5%
Bematech BEMA3 R$ 11,20 22% 5%
NET NETC4 R$ 29,50 28% 5%
*Potencial de valorização com base na cotação de fechamento do pregão de 12 de janeiro de 2010

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host