UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/01/2010 - 11h39

Incentivo fiscal e crédito para motos devem surtir efeito a partir de fevereiro

SÃO PAULO – Os benefícios do governo para estimular as vendas de motos devem começar a surtir efeito a partir de fevereiro. Em dezembro, o Ministério da Fazenda anunciou a isenção da Cofins (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social) e a abertura de uma linha de crédito no valor de R$ 3 milhões.

O socorro, segundo a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), visava a facilitar  a venda do veículo duas rodas, que enfrentou dificuldades na aprovação de financiamentos e falta de crédito em 2009.

“As medidas serão sentidas em fevereiro, já que os benefícios foram liberados ao consumidor no começo deste mês [janeiro]”, disse o presidente da Abraciclo, Paulo Shuiti Takeuchi.

Para 2010

“De qualquer forma, estimamos que neste ano cerca de 1,8 milhão de motocicletas sejam vendidas no País”, completou.

A entidade pretende continuar negociando novas medida a serem sugeridas ao sistema financeiro, bem como novas ações promocionais a serem postas em práticas na rede de concessionárias.

“Será necessário chamar a atenção do consumidor para as novas vantagens que forem sendo oferecidas em termos de financiamento, pois ele se afastou das lojas nos últimos meses”, disse Takeuchi.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host