UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 12h08

Arrecadação do FGTS cresce 12,4% e fecha 2009 com recorde de R$ 54,8 bilhões

SÃO PAULO – O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) registrou em 2009 arrecadação bruta de R$ 54,8 bilhões, o que representa um crescimento de 12,4% em relação ao ano anterior, revelaram dados divulgados nesta quinta-feira (14) pela CEF (Caixa Econômica Federal).

A arrecadação líquida foi de R$ 6,95 bilhões, o que significa uma alta de 15,2% frente a 2008. O patrimônio líquido do fundo ficou em R$ 31 bilhões no ano passado, enquanto o ativo total do FGTS encerrou o exercício com R$ 235 bilhões.

Em 2009, foi registrado o maior número de saques anual, de R$ 47,8 milhões, depois de uma alta de 12,1% na comparação com o ano anterior. Mas o retorno das operações de crédito cresceu 13,1%, em relação ao exercício anterior, para R$ 14,1 bilhões.

Trabalhadores

No ano passado, foi registrado o maior número de empresas com recolhimento do FGTS: 2,6 milhões, com 4 milhões de guias recolhidas e uma média de 30 milhões de trabalhadores com depósitos mensais. Em dezembro, eram 31,4 milhões de pessoas.

De acordo com o vice-presidente de Fundos de Governo da CEF, Wellington Moreira Franco, o FGTS encerrou o ano com a conquista de recordes históricos, reflexo da recuperação econômica, traduzida na atividade produtiva e no nível de empregos.

Aplicação

O ano de 2009 também ficou marcado pela diversificação na aplicação dos recursos do fundo, por meio das carteiras administradas, voltadas para o setor privado nas áreas de Habitação, Saneamento e Transportes, com a alocação de R$ 12 bilhões. Além disso, foi feito uso de instrumentos de mercado para aquisição de ativos como debêntures e cotas de fundos.

O orçamento do fundo para 2010 será de R$ 43,5 bilhões, depois de adicionados R$ 7 bilhões pelo Conselho Curador do FGTS, para dar suporte aos investimentos necessários à mobilidade urbana, inclusive a Copa do Mundo em 2014.

O fundo de investimentos do FGTS (FI-FGTS) fechou o ano com comprometimento total dos recursos inicialmente alocados, de R$ 17,1 bilhões, dos quais foram desembolsados R$ 14,5 bilhões.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host