UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/01/2010 - 15h25

Brasileiro é o mais disposto a gastar em supérfluos como viagens e eletrônicos

SÃO PAULO – Mais confiantes de que o pior da crise passou, os consumidores brasileiros se preparam para gastar dinheiro com pequenos “luxos”. Um estudo realizado pelo Ibope Nielsen mostrou que o índice de confiança do consumidor brasileiro atingiu 110, a maior pontuação de todos os países pesquisados, tanto na América Latina quanto na América do Norte.

Cerca de 39% dos brasileiros disseram que gastariam o dinheiro extra com viagens de férias em 2010. Na Argentina, esse percentual cai para 37%, enquanto no México apenas 24% estão dispostos a gastar o dinheiro extra com turismo. A média da América Latina foi de 34%.

Nos Estados Unidos, apenas 20% das pessoas afirmaram estar dispostos a gastar o dinheiro a mais com viagens, contra 25% dos canadenses. Na América do Norte, a média ficou em 20%.

Eletrônicos e casa

Comprar eletrônicos também atrai o consumidor brasileiro: 43% dos entrevistados pretendem fazê-lo neste ano, acima dos 31% da média latina e 12% da América do Norte.

Gastos com a melhoria na casa – reformas ou nova decoração – estão nos planos de 40% dos brasileiros – contra 16% dos norte-americanos e 31% dos argentinos.

Entre os entrevistados que disseram “não ter dinheiro extra”, os norte-americanos foram 26%, os canadenses, 23%, e brasileiros e argentinos, 11% cada.

Dívidas

Quando o assunto é usar o dinheiro remanescente para quitar dívidas, empréstimo e cartão de crédito, o Brasil fica dois pontos percentuais abaixo da média latina: 37% - mesma proporção dos norte-americanos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host