UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/01/2010 - 10h20

Fies terá juros reduzidos automaticamente para taxa máxima de 3,5%

SÃO PAULO – Os contratos do programa Fies (Financiamento Estudantil) terão os juros reduzidos para no máximo 3,5% ao mês. O saldo devedor de todos os financiamentos realizados com juros acima dessa taxa serão reduzidos já na próxima prestação.

Segundo a Caixa Econômica Federal, não é necessário comparecer a qualquer agência. O reajuste será feito automaticamente.

O Diário Oficial da União publicou, na última semana, as novas regras do programa, que incluem a redução da taxa.

Outras mudanças

O prazo para pagamento do saldo devedor também será ampliado. Antes, o estudante tinha o período equivalente a duas vezes o tempo do curso para quitar o débito, e agora, serão três. Logo, quem fizer um curso com duração de quatro anos terá doze anos para quitar o financiamento.

Estudantes de medicina ou pedagogia poderão pagar sua dívida com prestação de serviços. A cada mês trabalhado será abatido 1% da dívida, caso os profissionais optem por atuar como médicos no programa Saúde da Família ou dar aula na rede pública de educação básica.

BB

Segundo informações da Agência Brasil, a CEF não será mais o único banco a atuar como agente financeiro do Fies. Ainda no primeiro semestre desse ano, o Banco do Brasil passará também a cuidar dos contratos e documentação dos estudantes interessados.

Com a lei, o Fies passa a ser operado pelo (FNDE) Fundo Nacional de desenvolvimento da Educação.

A intenção do Ministério da Educação é, no futuro, permitir que outros bancos também possam ser agentes financeiros do Fies.

O Fies foi criado em 1999 e possui hoje 480 mil contratos ativos, um investimento de R$ 5,5 bilhões em financiamento para ensino superior e possui 1,5 mil instituições cadastradas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host