UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/01/2010 - 18h55

Preços no varejo paulistano encerram 2009 com alta de 0,46%

SÃO PAULO - O IPV (Índice de Preços no Varejo) encerrou 2009 com alta de 0,46%, conforme divulgou a Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) nesta segunda-feira (18).

O setor de Feiras foi o que mais subiu no ano, apresentando variação de 14,28%, influenciado pela alta de 10,37% no preço das verduras. Segundo a federação, O excesso de chuvas prejudicou a safra de alguns produtos, principalmente as verduras folhosas, o que causou aumento de preço.

Outros setores

O segmento de Padarias fechou o ano passado com aumento de 9,46%. A variação nos preços dos cigarros, em razão do reajuste e de aumento de impostos nos meses de maio e abril, foi responsável pelo comportamento.

O setor de Combustíveis e Lubrificantes também apresentou alta, de 3,87%, com destaque para o aumento de 2,62% no álcool, que pressionou os preços dos combustíveis (+0,70%). "O resultado ainda é influenciado pela redução de oferta de cana-de-açúcar no mercado interno, por conta de uma valorização do produto no mercado externo, fazendo com os produtores destinem sua produção às exportações", afirmou a economista da Fercomercio, Júlia Ximenes.

Quedas

Ainda conforme a Fecomercio-SP, o setor de eletroeletrônicos teve redução de 4,5% no acumulado de 2009, em razão da valorização do real frente ao dólar, que influencia os preços destes itens.

Os produtos que são comercializados em Supermercados também apresentaram queda nos preços, de 0,69%. Entretanto, o grupo, que apresenta o maior peso para o índice geral, finalizou o ano com variação de 0,15%.

Confira na tabela a seguir mais variações de preços:

Índice de Preços no Varejo
Grupo Variação acumulada
Açougues -5,02%
Autopeças e acessórios -0,67%
Brinquedos 4,15%
CDs -1,58%
Combustíveis e Lubrificantes  3,87%
Drogaria e perfumarias 7,31%
Eletrodomésticos -4,45%
Eletroeletrônicos -4,50%
Feiras 14,28%
Floricultura 6,80%
Jornais e revistas 3,17%
Livrarias 3,62%
Material de construção -2,47% 
Material para escritório 6,56%
Móveis e decoração 2,46%
Óticas 4,35%
Padarias 9,46%
Relojoarias 8,46%
Supermercados 0,15%
Veículos -8,19%
Vestuário, tecidos e calçados 0,61%


Fonte: Fecomercio-SP

Mensal

Dos 21 setores analisados, nove fecharam dezembro com queda nos preços. Entre eles, os que mais se destacaram foram os segmentos de Eletroeletrônicos (-1,52%), Supermercados (-0,69%) e CDs (-0,39%).

Entre os que mais tiveram aumento de preços, estão os setores de Feiras (2,18%), Relojoarias (1,91%) e Floriculturas (1,20%).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host