UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 12h42

Barclays eleva preço-alvo e recomenda overweight para ADRs da Vale

SÃO PAULO – O Barclays elevou o preço-alvo para os ADRs (American Depositary Receipts) da Vale, incorporando novas estimativas para o preço do minério de ferro no comércio mundial.

Segundo relatório, a equipe de analistas do banco aumentou o preço justo dos ADRs da empresa de US$ 31,00 para US$ 39,00. Ao mesmo tempo, o time também elevou a recomendação do papel de “equal weight” (peso em linha com a média do portfólio) para “overweight” (peso acima da média do portfólio).

“Na nossa visão, os mercados de minério de ferro vão permanecer contraídos nos próximos três a quatro anos pelo menos, o que acreditamos que deva permitir às mineradoras que registrem constantemente preços acima do esperado”, explicam.

Os analistas projetam que o preço do minério de ferro deva subir 40% este ano, 25% em 2011 e 5% em 2012, com o preço para longo prazo em US$ 60 por tonelada. 

Empresa

Entre os pontos positivos da Vale, o Barclays destaca o provável aumento dos ganhos, uma compressão forte de seus múltiplos pela frente e a parcela da empresa em ativos internacionais, com um robusto projeto para aumento da extração de minérios.

Além disso, os analistas do banco falam que investir na empresa faz parte de sua estratégia de exposição à empresas que comercializam commodities, em especial ferro, cobre e carvão. Outro ponto avaliado foi a exposição ao ciclo de reestoque dos países da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

“Enquanto os múltiplos da Vale em 2010 não estão inexpressivos, acreditamos que grande parte da elevação das estimativas vai se confirmar além de 2010. Esperamos um múltiplo Ebitda [geração operacional de caixa] de 6,1 vezes em 2011 ante 8,9 vezes em 2010”, projetam.

Motores da demanda

Para os analistas do Barclays, os principais fatores responsáveis por este ciclo de alta dos preços será a retomada de compras do mercado chinês, que demanda cada vez mais o minério, a indústria siderúrgica internacional, que vem se recuperando, e o anúncio de que a Índia irá reduzir a oferta de minério transportado pelo mar.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host