UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 18h43

Mesmo mais barato, consumo de GNV cai 5,9% em dezembro de 2009

SÃO PAULO – Apesar de ter ficado mais barato, o consumo do GNV (Gás Natural Veicular) caiu 5,6% em 2009.

De acordo com os dados da Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado), em dezembro de 2009, foram consumidos 6,077 milhões de metros cúbicos de GNV, contra 6,438 milhões de m3 no mesmo mês de 2008.

Mesmo com a queda anual, o resultado é visto pela entidade como os primeiros sinais na recuperação da demanda, pois o consumo do último mês de 2009 foi 3,46% maior que o de novembro.

Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo), em dezembro, o GNV estava 7,09% mais barato frente ao mesmo mês de 2008, custando R$ 1,598 o metro cúbico.

Outros usos

O consumo do gás natural residencial, no entanto, sofreu queda tanto na comparação anual (-13,28%) quanto na mensal (-15,20%).

Já o gás para uso industrial, responsável por mais da metade do gás consumido no Brasil, teve forte aumento na demanda em dezembro, de 22,85%. Segundo a Abegás, a alta no consumo significa reação à crise econômica, que havia gerado uma constante diminuição na demanda das indústrias no final de 2008.

A queda mais drástica do mês foi registrada no segmento de gás para geração de energia. Com o alto nível dos reservatórios das usinas de geração de energia elétrica, a demanda do gás para o consumo geração de energia termoelétrica caiu 85,92% na comparação anual.

No total, o consumo de gás natural registrou queda de 5,95% em dezembro de 2009, comparado ao do último mês de 2008, e de 3,61%, em relação a novembro.

Reação

“Mesmo assim, esta estatística mostra que o mercado está reagindo. A média de crescimento ainda é pequena, mas mostra o potencial deste mercado energético", aponta a entidade.

O Brasil possui atualmente mais de 1,740 milhão de clientes que usam gás natural, seja no segmento industrial, comercial, residencial ou automotivo.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host