UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/01/2010 - 09h22

Número de cheques devolvidos por falta de fundos bate recorde em 2009

SÃO PAULO – Mesmo com o retorno da confiança do consumidor, a inadimplência com cheques fechou 2009 batendo recorde. Ao longo dos 12 meses do ano passado, 2,15% dos cheques emitidos voltaram por falta de fundos. O percentual é o maior desde 1991.

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundo, divulgado nesta quarta-feira (20), o recorde aconteceu, principalmente, por conta dos resultados registrados no primeiro semestre do ano passado. De janeiro a junho, a inadimplência com cheques alcançou 2,30% - o pior semestre registrado pela Serasa.

Com o retorno de melhores condições de crédito e aumento da confiança do consumidor após o período mais crítico da crise financeira internacional, a inadimplência caiu no segundo semestre de 2009 e, do total de cheques emitidos, 1,99% voltaram.

Alternativa

De acordo com os analistas da Serasa, o cheque pré-datado foi alternativa para o varejo em tempos de turbulência econômica, já que a oferta de crédito estava menor. Com a retomada da economia, a partir dos últimos seis meses do ano, os índices de endividamento começaram a cair.

Ao todo, 1,234 bilhão de cheques foram compensados em 2009 e 26,524 milhões foram devolvidos por falta de fundos.

Na comparação com 2008, tanto o número de cheques emitidos como o de devolvidos foi menor. Naquele ano, 1,396 bilhão de cheques foram compensados e 27,650 milhões devolvidos.

Segundo os analistas, por conta da crise, houve uma perda de qualidade do cheque, dado que o volume de cheques devolvidos caiu menos do que o total de cheques compensados.



 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host