UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/01/2010 - 15h29

Dívidas com cartão crescem 20%; saiba como usar essa ferramenta de pagamento

SÃO PAULO - O endividamento em compras feitas com o cartão de crédito cresceu significativamente em 2009. Números do Banco Central revelam que o total de dívidas com a moeda de plástico cresceu 20% no ano passado - na comparação em 2008 - e chegou ao valor inédito de R$ 26,3 bilhões.

Já dados da Fecomercio-SP (Federação do Comércio de São Paulo) mostram que compras financiadas com o cartão de crédito representaram 73,85% das dívidas dos consumidores paulistanos com rendimentos acima de dez salários mínimos.

Mas será que o cartão de crédito é mesmo um vilão do orçamento? A resposta é não, para quem sabe usar o meio de pagamento a seu favor, porém é preciso tomar cuidado com algumas armadilhas. Por exemplo: como o cartão de crédito dá ao consumidor acesso fácil ao crédito, os juros para quem não paga as parcelas em dia são altos. Números da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) mostram que as taxas médias de juros do cartão de crédito se mantiveram em 10,68% ao mês, em dezembro de 2009, ou seja, 237,93% ao ano.

Cuidados

O primeiro e principal cuidado que o consumidor precisa ter com o cartão de crédito é usá-lo com discernimento. O uso indiscriminado desta forma de pagamento pode gerar dívidas muito maiores do que o orçamento permite pagar. Fica a dica: quando você não conseguir mais pagar o total da fatura e começar a pagar pelo pagamento do mínimo é um sinal de que não está fazendo o uso correto do cartão.

Outro fator que exige atenção é o limite. Para que ter um limite de R$ 2 mil, se o orçamento mensal não permite que se gaste mais do que R$ 1 mil no cartão? Nestes casos, vale exigir que a administradora diminua o valor, assim, caso caia em alguma tentação, não corre o risco de gastar mais do que pode.

Quem possui mais do que um cartão também é um forte candidato a gastar mais do que precisa. Afinal, cada cartão possui uma anuidade, e ter um grande número de cartões significa ter de pagar diversas anuidades. Vale lembrar que, quando o cartão é internacional, a anuidade custa até três vezes mais. Há alguns anos, valia usar a desculpa de que alguns estabelecimentos só aceitavam determinada bandeira para ter mais do que um. Porém, atualmente, são poucos os comércios ou serviços que não aceitam todos os cartões, ou seja, essa desculpa não vale mais.

Para usar bem o cartão também é importante ser organizado. Anote todas as compras; isso evita surpresas desagradáveis, quando a fatura chegar, afinal, é importante saber exatamente quanto gastou e quanto terá de pagar. O cartão de crédito pode ser um grande aliado. Você pode, por exemplo, centralizar todos os seus pagamentos em uma única data por meio dele. Porém é preciso ser cuidadoso, atento e disciplinado, para não entrar em uma dívida que exigirá grande esforço para ser quitada. Boa sorte!

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host