UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/01/2010 - 17h10

Operação entre Bradesco e Ibi México é considerada "pequena" por analistas

SÃO PAULO - Após o Bradesco (BBDC4) anunciar na última sexta-feira (22) a assinatura de um Memorando de Entendimento para adquirir 100% do capital social do Ibi México, os analistas do Citigroup e Ativa Corretora creem que esta aquisição é muito pequena em comparação ao tamanho do banco, mas acreditam na importância da operação, pois esta pode ser a primeira transação do Bradesco fora do País.

A operação contempla a celebração de uma parceria com a C&A México pelo prazo de vinte anos para a comercialização, em conjunto, de produtos e serviços financeiros nas lojas da rede no México, porém a concretização das transações estará sujeita ao cumprimento de condições suspensivas usuais a este tipo de operação, especialmente a realização de diligências, a assinatura dos contratos definitivos e a aprovação das autoridades mexicanas e brasileiras.

Segundo os analistas do Citigroup, se houver a conclusão da operação, prevista para o final do primeiro trimestre, será "muito pequena" para o Bradesco. "O Ibi México tem cerca de 1 milhão de cartões, o que representa cerca de 1% dos 88 milhões de cartões que o Bradesco tinha em 30 de setembro de 2009", comparam.

Os analistas da Ativa acreditam que a compra do Ibi México não deve apresentar um impacto "relevante" para o valuation do Bradesco, "uma vez que os números do banco mexicano são pouco relevantes se comparados aos da instituição brasileira". Mas, segundo eles, é necessário conhecer o valor da compra para apresentar uma conclusão sobre a operação.

"Apesar de seu pequeno tamanho, a importância desta operação é que marca a primeira incursão do Bradesco fora do Brasil", comentam os analistas do Citi.

Já para a equipe da Ativa, do ponto de vista estratégico a aquisição é "marginalmente positiva" para a instituição bancária, pois o Bradesco poderá aproveitar "possíveis sinergias ao replicar para o Ibi México o modelo de cartões adotado no Brasil e concentrar o processamentos dos cartões na operação brasileira".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host