UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/01/2010 - 11h58

Projeto apresentado na Câmara propõe mudanças no seguro de automóveis

SÃO PAULO – Um projeto apresentado na Câmara dos Deputados propõe mudanças no seguro de automóveis. Contudo, de acordo com o CQCS (Centro de Qualificação do Corretor de Seguros), se aprovada, a medida pode inviabilizar a adoção do seguro popular para automóveis usados.

De autoria do deputado Edmar Moreira (PR-MG), o projeto em questão sugere que seguradoras e oficinas de veículos apenas utilizem peças não originais ou usadas nos carros acidentados com consentimento do cliente, sob pena de ter o registro cassado em até cinco anos, caso não faça a consulta.

Para as seguradoras, entretanto, a utilização de peças originais pode encarecer o preço do apólice, tornando-se um obstáculo para a comercialização do seguro popular de automóveis.

Outras sugestões

Ainda segundo a proposta de Moreira, em caso de sinistro, as seguradoras não poderão impor uma relação de oficinas reparadoras; sendo que o segurado não precisará arcar com a diferença entre a oficina credenciada e a escolhida por ele.

“As seguradoras impõem a utilização das oficinas reparadoras credenciadas, pois, através delas, na maioria dos casos, há o emprego de peças não originais e usadas e a cobrança é feita como se a peça fosse nova e original (…) O projeto visa A proteger os direitos dos segurados”, disse.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host