UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/02/2010 - 08h27

Preços de genéricos pode variar mais de 10 vezes dependendo da farmácia

SÃO PAULO – Pesquisar bem os preços entre uma farmácia e outra antes de comprar é essencial para quem quer diminuir os gastos com remédio.

Isso porque, de acordo com pesquisa realizada pela Fundação Procon-SP, o preço de um mesmo medicamento genérico, por exemplo, pode variar mais de dez vezes, ou 910%, dependendo do local de compra.

A diferença foi verificada no valor comercializado da Fenitoína (Sanofi-Aventis/WP), caixa com 25 comprimidos de 100 mg, que na região leste da cidade de São Paulo era vendida por R$ 4,04 e foi encontrada por R$ 0,40 no centro da capital paulista, ou seja, R$ 3,64 mais barato.

Medicamentos de marca

No que diz respeito aos medicamentos de referência, também conhecidos como remédios de marca, a maior diferença de preço apurada foi no Depo Provera (Acetato de Medroxiprogesterona) da Pfizer, uma injeção com uma ampola de 150 mg/ml.

Na região oeste da cidade tal medicamento era comercializado por R$ 30,25, já no centro foi encontrado por R$ 7,64, uma diferença de R$ 22,61, ou 295,94%.

O levantamento do Procon-SP foi feito com base em duas tabelas de medicamentos, contendo itens do Programa “Dose Certa”, sendo 39 da Furp (Fundação para o Remédio Popular) e 28 produtos não Furp e envolvendo 103 itens (62 de referência e 41 genéricos) em 15 farmácias distribuídas pelas cinco regiões da cidade de São Paulo.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host