UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/02/2010 - 14h00

Ativa mantém carteira defensiva em fevereiro, recomendando cinco papéis

SÃO PAULO -  A Ativa Corretora divulgou sua carteira defensiva recomendada para este mês, em meio à perspectiva de um aumento da aversão a risco impactando os mercados no curto prazo, e a retrospectiva de um início de ano marcado pela desvalorização do Ibovespa e fuga do capital estrangeiro da bolsa brasileira.

Nela, houve a manutenção dos cinco ativos listados em janeiro - que devem apresentar bom desempenho durante o período, bem como o peso atrelado a cada um deles. 

Mais uma vez, a corretora optou pela seleção de papéis atrelados ao setores de transporte, telecomunicações e energia e saneamento - destaque a esta. 

Coelce e Eletropaulo em destaque

As maiores exposições são nas ações da Coelce (25,8%) e de Eletropaulo (24,9%). Quanto a Coelce, a Ativa julga que "as características da distribuidora do estado do Ceará estão associadas à boa qualidade operacional e a um fluxo de dividendos elevados e estáveis. Estimamos que a COCE5 ofereça dividend yield de cerca de 11% para 2010E".

Já no que diz respeito à alta exposição aos ativos da Eletropaulo, os analistas exaltam sua relativa estabilidade operacional e boas perspectivas no curto prazo, provenientes de sua base de clientes diversificada.

Desempenho em janeiro

“A Carteira Defensiva apresentou alta de 1,2% em janeiro, performando 4,4 p.p acima do Ibovespa. Dos papéis que compõem a carteira, a maior alta foi ELET3, pelo terceiro mês consecutivo, com valorização de 9,3%. Entre as baixas, a maior foi TLPP4 com queda de 3,6%”, observam os analistas. 

Confira as recomendações:

Empresa Código Peso
Eletrobrás ELET3 16,2%
Telesp TLPP4 21,4%
Coelce COCE5 25,8%
Eletropaulo ELPL6 24,9%
Tegma  TGMA3 11,7%

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host