UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/02/2010 - 09h33

Seguros massificados chegam à classe A, diz especialista

SÃO PAULO – Antes restritos aos consumidores de baixa renda, os chamados seguros massificados também estão conquistando uma nova parcela da população, a classe A.

Entretanto, os produtos voltados para este consumidor vão além das habituais proteção contra desemprego e assistência residencial. Serão oferecidas apólices direcionadas a relógios, joias e óculos, por exemplo, que darão cobertura em caso de quebra, riscos ou mesmo roubos.

“Ao adquirir um produto de alto valor, como auto ou imóvel, uma das primeiras coisas a se pensar é na necessidade de se fazer um seguro. E no caso de um relógio de alto valor? Porque não sair da loja com o produto já segurado?”, diz o diretor presidente da Classic Corretora de Seguros, Rubens Nogueira Filho.

Seguros massificados

Comercializados na maior parte das vezes por grandes varejistas, os seguros massificados, como o de desemprego para quitação de dívidas, perda e roubo, garantia estendida, etc costumam custar entre R$ 2 e R$ 3.

Ainda conforme Nogueira Filho, somente em 2010, o segmento de massificados deve movimentar R$ 1 bilhão em prêmio, o que significa um crescimento de 20% em relação ao ano passado.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host