UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/02/2010 - 13h12

Carros: motorista pode ter dificuldades de achar peças mais baratas para reparo

SÃO PAULO – O consumidor pode ter dificuldades de encontrar peças mais baratas, se precisar trocar o capô, para-lamas, para-choques ou o retrovisor do carro.

Isso porque, segundo alerta da Anfape (Associação Nacional dos Fabricantes de Autopeças), três das grandes montadoras atuantes no país - Fiat, Ford e Volkswagen -, entraram com uma ação contra os fabricantes independentes de peças utilizadas no reparo de automóveis, com o objetivo de proibir a fabricação e a comercialização de peças em lugares que não sejam as concessionárias ou autorizadas.

Para o superintendente da Anfape, Roberto Monteiro, contudo, a medida pode interferir no direito de escolha do consumidor.

“Um indivíduo que precisa fazer um reparo em seu veículo pode recorrer à concessionária e às revendas independentes para solicitar um orçamento. Com os valores em mãos, ele pode comparar preços e optar pelo produto que lhe proporcione a melhor relação custo e benefício”, diz.

Segurança

Ainda de acordo com Monteiro, a diferença de preços entre uma peça vendida em concessionária e uma comercializada por uma revendedora independente pode variar de 40% a 200%.

Procurada, a Fiat informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a ação não é contra todas as montadoras independentes e sim contra algumas que, na opinião da empresa, não fornecem a qualidade e a segurança adequadas nos produtos comercializados.

Além disso, a empresa entende que tais montadoras estariam ferindo o direito de propriedade, por exemplo, de design da companhia.

Já a Ford, também por meio de sua assessoria, disse que a empresa não comenta a ação, por esta se encontrar em litígio. Procurada, a Volkswagen não retornou as ligações.

 

 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host