UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/02/2010 - 09h56

Secretaria deve indeferir pedido de reajuste das tarifas de táxi em SP

SÃO PAULO – Se depender da Secretaria Municipal de Transportes da cidade de São Paulo, o valor da corrida de táxi na capital deve permanecer como está. Por meio de nota, o órgão informou que o pedido de reajuste, encaminhado pelo Sindicato de Taxistas Autônomos, será indeferido.

O sindicato, baseado em estudos realizados pela própria entidade, encaminhou pedido a secretaria para reajustar em até 27,7% o valor da corrida, que há três anos não sofre reajuste. O último aumento, de 15,35%, foi em dezembro de 2006.

As elevações dos custos de manutenção foram os fatores que contribuíram para o pedido. De acordo com o sindicato, os valores dos combustíveis, dos pneus e de outros itens necessários para preservar a manutenção dos veículos sofreram elevação.

Sem aumento

O Sindicato não esperava que a Secretaria concordasse com o índice de 27,7%. Por meio de sua assessoria de imprensa, a entidade que representa os taxistas afirmou que o órgão municipal deveria apresentar uma contra-proposta, também baseada em estudos. 

Porém, a secretaria já afirmou que não haverá aumento da tarifa de táxi na cidade. Em São Paulo existem cerca de 33 mil taxistas.

Segundo o sindicato, a categoria alega que o reajuste é essencial para a manutenção da qualidade do serviço.

 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host