UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/02/2010 - 12h58

Estimando maior reajuste, Link eleva preço-alvo das ações da Vale para R$ 62,00

SÃO PAULO – A Link ratificou a recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) para as ações da Vale (VALE3, VALE5), além de elevar o preço-alvo das mesmas, de R$ 59,00 para R$ 62,00, no caso da preferencial. Os papéis são top pick no setor de mineração.

Conforme os analistas, a elevação nas projeções do preço-alvo se pauta em dois fatores: expectativas de maior reajuste no minério de ferro, dado o aumento do preço no mercado spot; e recuo nos custos do frete entre China e Brasil.

35% de aumento em 2010

Em relação ao reajuste, a corretora elevou as projeções para 2010 e 2011, passando de 10% e 10% para 35% e 25%, respectivamente. No longo prazo, a Link mantém suas projeções na casa de US$ 65,00 por tonelada.

“Além dessa perspectiva de melhora nos preços, continuamos otimistas em relação ao volume vendido pela companhia”, completam os analistas, ao ressaltarem os esforços da mineradora para vender plenamente sua produção.

Diversificação e múltiplos

Quanto à recente aquisição da Fosfertil, a Link não altera seu valuation para as ações, pois a compra se alinhou às expectativas do mercado. De novidade, só a crença de que a “diversificação é mais uma possibilidade para a companhia superar nossas perspectivas no longo prazo”.

Por último, a corretora projeta múltiplos EV/Ebitda (Valor da empresa sobre geração operacional de caixa) de 9,1 vezes para 2010 e prevê preço-alvo de R$ 72,00 para as ações ordinárias da Vale.

Contramão

Ao contrário da Link, diversos analistas reduziram o preço-alvo para as ações da Vale, em referência ao resultado do último trimestre, que veio aquém das expectativas dos analistas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host