UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/02/2010 - 15h30

Ministro descarta hipótese de inflação e diz que não há motivos para altas nos juros

SÃO PAULO – O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, descartou a possibilidade de haver uma “bolha inflacionária” no Brasil e disse que não há motivos para aumentos nas taxas de juros.

A declaração, conforme publicado pela Agência Brasil, foi feita nesta quinta-feira (18) durante a divulgação dos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Segundo o ministro, embora alguns produtos apresentem variações de preços em fevereiro, como o material escolar, não há risco de pressão inflacionária. “O país está produzindo bem”, disse.

Juros

No que diz respeito aos juros, Lupi defendeu taxas mais baixas, para estimular o setor produtivo e a geração de empregos.

Segundo ele, o consumo interno e a retomada das exportações são sinais claros de recuperação depois da crise financeira mundial e favorecem a indústria, que registrou recorde em janeiro, com a criação de 68.920 vagas.

“Cada vez que se aumenta a taxa de juros, há impacto sobre o capital produtivo, quem quer investir. Só favorece quem especula o dinheiro. Por isso, sou o maior defensor das mais baixas taxas de juros para alimentar o crescimento da economia”.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host