UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/02/2010 - 09h23

Ovos de chocolate devem ficar 5% mais caros nesta Páscoa

SÃO PAULO – Nem bem terminou o Carnaval e já tem gente pensando nos gastos com a Páscoa. E é bom preparar o bolso, já que os ovos de chocolate devem ficar 5% mais caros neste ano, de acordo com a APAS (Associação Paulista de Supermercados).

Por outro lado, os preços do bacalhau não devem sofrer alteração na comparação com os valores praticados em 2008, mesmo com a recente alta do dólar, já que o produto já está no País e, por conta disso, não será tarifado pelo preço mais elevado do dólar.

Os valores do azeite também não devem sofrer alteração nas próximas semanas, espera a Apas. 

Chocolate mais amargo 

Os motivos para a elevação dos ovos de chocolate, segundo a associação, são os aumentos sucessivos nos preços da saca de açúcar no mercado internacional. Para se ter uma ideia, os preços do produto para o consumidor final subiram 67,87% em 2009, segundo verificado pelo IPS (Índice de Preços dos Supermercados).

Outro motivo para o encarecimento do doce são os brinquedos que acompanham o ovo de chocolate. De acordo com a Apas, as lembrancinhas, cada vez mais sofisticadas, só elevam os preços.

“Como no chocolate há pouca margem para inovação, as empresas vão tirar a diferença no recheio”, afirmou, por meio de nota, o vice-presidente de Comunicação da Apas, Martinho Paiva Moreira. “A variedade, neste caso, estará nos tipos e formatos de brindes incorporados, que acabam sendo responsáveis pela decisão na hora da compra”, completou.

A Copa do Mundo também deve encarecer ainda mais o doce, uma vez que novas embalagens e produtos serão criados por conta do tema.

Vendas

A Apas espera que neste ano sejam vendidas 25,5 mil toneladas de chocolate, o equivalente a 100 milhões de ovos. O número reflete um aumento entre 7% e 10% nas vendas nesta Páscoa, frente ao mesmo período do ano passado.

Já as vendas de bacalhau devem crescer um pouco menos, cerca de 5%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host