UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/02/2010 - 20h39

Líder do mercado de fundos, BB garante captação positiva à indústria em janeiro

SÃO PAULO - O fato de mais de 80% do patrimônio líquido total presente no mercado brasileiro de fundos estar nas mãos de poucas gestoras não é por acaso. Segundo os dados de captação líquida acumulada durante o mês de janeiro, contabilizados pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), sem a líder do mercado e resultado acumulado pelo mercado brasileiro de fundos em janeiro.

De acordo com os números da associação, as 10 maiores gestoras do País em patrimônio líquido tiveram uma captação total de R$ 7,254 bilhões durante o primeiro mês de 2010, enquanto a soma de todas as outras instituições apontaram uma captação negativa (leia-se resgate de capital) no valor de R$ 2,233 bilhões. Com isso, o dinheiro captado no mercado de fundos do Brasil chegou a R$ 5,021 bilhões em janeiro.

Apesar da forte diferença, esse saldo positivo na captação ocorreu por grande responsabilidade da BB-Nossa Caixa. A líder entre as gestoras do País (com R$ 308,6 bilhões em PL) captou sozinha R$ 8,993 bilhões no período. Ou seja, excluindo o banco, as outras 9 maiores gestoras teriam acumulado saldo negativo de captação, no valor de R$ 1,739 bilhão. Já o total do setor também teria acusado um resgate, no montante de R$ 3,972 bilhões.

Captações e resgates por categoria

Dentre as categorias que mais tiveram participação na forte captação dos fundos oferecidos pelo BB-Nossa Caixa em janeiro, aparecem em destaque os segmentos de renda fixa e de curto prazo, responsáveis por atraírem R$ 3,992 bilhões e R$ 4,661 bilhões, respectivamente. Por outro lado, os fundos multimercados do banco tiveram resgate líquido de R$ 790,5 milhões no período.

A categoria de multimercados, aliás, foi a principal em termos de retirada de capital. Além do BB-Nossa Caixa, as outras três maiores gestoras - Itaú Unibanco, Bradesco e Banco Santander - também tiveram resgate líquido nesses fundos, nos valores de R$ 880,7 milhões, R$ 145,7 milhões e R$ 146,3 milhões, respectivamente, como mostra a Anbima.

No entanto, a responsável pelo maior resgate nessa categoria de investimentos foi a BTG Pactual. A nona gestora em tamanho de patrimônio líquido viu R$ 2,365 bilhões investidos em seus fundos multimercados serem sacados pelos cotistas. O banco também foi quem teve o maior montante resgatado entre as gestoras do mercado brasileiro em janeiro (R$ 2,324 bilhões).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host