UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/02/2010 - 15h21

Preços dos serviços de telecom no Brasil estão entre os mais caros do mundo

SÃO PAULO – O custo dos serviços de telecom, como banda larga fixa e celular, interfere diretamente no desenvolvimento dessas tecnologias nos países. Um estudo da UIT (União Internacional de Telecomunicações), colocou o Brasil em 87º lugar no ranking mundial de preços, que inclui 161 países.

A pontuação atingida pelo Brasil na chamada “cesta de preços”, que abrange o custo per capita de telefone fixo, celular e banda larga, caiu consideravelmente entre 2008 e 2009: de 7,68 para 4,14. No entanto, os números ainda são altos, se comparados ao índice atingido pela região de Macao, na China: 0,23.

Queda nos preços

De acordo com o estudo, o preço da telefonia fixa foi, em 2009, equivalente a 2,19% da renda média per capita da população brasileira. Já o custo médio dos serviços de telefonia móvel representou 5,66% da renda per capita e a banda larga fixa, 4,58%. A cesta completa equivale a 4,14%.

Para comparação, o custo dessa cesta de serviços equivale a 0,30% da renda per capita na China.

“O custo dos serviços afeta o desenvolvimento da tecnologia nos países. Os preços baixos influenciam o crescimento no acesso e uso, ao mesmo tempo em que o alto desenvolvimento contribui com a redução nos preços, com as operadoras atingindo o nível de economia de escala”, afirma o relatório da UIT.

A entidade aponta que comparar o custo dos serviços de telecom entre os países pode ajudar a procurar formas de reduzir os preços, por exemplo, ao introduzir mais competição no setor, rever políticas específicas para as tarifas e avaliar a eficiência e o faturamento das operadoras.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host