UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/03/2010 - 16h32

Analistas da SLW indicam em que ações se posicionar na primeira semana de março

SÃO PAULO - Atenta à situação da Grécia, a SLW divulga sua carteira recomendada para a primeira semana de março. Contando com cinco ações, o portfólio atenta-se a "fatos ou oportunidades que possam beneficiar o desempenho de curtíssimo prazo".

Os analistas dâo ênfase à posição do país meditarranêo no notíciario internacional, com os mercados acompanhando de perto as negociações do plano que poderá equilibrar as suas contas nacionais.

 "A semana se inicia com comentários da Ministra da Economia da França de que a ajuda financeira para a Grécia esta sendo estudada e que recursos da ordem de € 30 bilhões devem equacionar a situação daquele país no curto prazo" destacam. Ainda que a notícia não tenha sido confimada, a corretora acredita que a sinalização de uma enqualização do problema traga maior segurança aos investidores.

Mudanças

Em relação ao portfólio da semana anterior, a SLW optou pela retidada das ações da Vale e da Randon, que dão lugar para os ativos da Eletrobrás e da BM&F Bovespa. Vale resslatar que na última semana de fevereiro a carteira registrou alta de 2,5%, superando o desepenho do Ibovespa, que acumulou uma queda de 1,6% no mesmo período.

Confira as recomendações:

EmpresaCódigoPreço-JustoUpside*
Localiza RENT3 R$ 24,06 22,1%
Marfrig MRFG3 R$ 25,73 22,1%
Eletropaulo ELPL6 R$ 37,63 0,29%
Eletrobrás ELET6 R$ 39,26 32,6%
BM&F Bovespa BVMF3 R$ 15,07 27,4%
Localiza

Expectativa de que os resultados do quarto trimestre de 2009 tragam valorização para as ações no curto prazo motiva recomendação. "A divisão de aluguel de carros já deve apresentar resultados melhores a partir deste trimestre, assim como o desempenho da divisão de seminovos, que deve refletir o cenário mais favorável da economia no mercado interno", projetam os analistas.

Marfrig

As perspectivas da companhia são favorecidas pela absorção da compra da Seara, que deve gerar benefícios e sinergias a partir da segunda metade deste ano, e a projeção de aumento das exportações a partir do Brasil. 

Eletropaulo

A corretora acredita que o resultado do último trimestre de 2009 seja impactado positivamente pela recuperação das vendas e também porque contabilizará um ganho adicional não recorrente de cerca de R$ 250 milhões, motivando a recomendação. 

Eletrobrás

As ações da companhia registraram forte queda após o anúncio do pagamento dos dividendos atrasados, ficando muito aquém do desempenho do Ibovespa no mesmo período. Uma vez que não houveram premissas ou fatos relevantes que justificassem esta desvalorização, a SLW diz acreditar em uma correção no curto prazo.

BM&F Bovespa

As projeções econômicas para 2010 apontam que o Brasil irá registrar um forte crescimento da atividade industrial, geração de emprego e consumo, o que deverá se refletir no desempenho do mercado acionário nacional e nos resultados da companhia. "Por outro lado, a visão de que os países desenvolvidos terão recuperação de suas economias, mas de forma lenta, acaba expondo o Brasil como candidato natural a um maior fluxo de investimentos de estrangeiros, o que também acabará sendo importante para o aumento do volume financeiro da Bovespa", completa a corretora. 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host