UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/03/2010 - 13h20

Abastecer com gasolina e álcool é mais barato em SP do que no RJ

SÃO PAULO - Em fevereiro, os motoristas paulistanos encontraram a gasolina e o álcool mais baratos que os cariocas na hora de abastecer seus veículos, de acordo com pesquisa realizada pelo Ticket Car. 

O destaque ficou com a gasolina, que ficou mais de 5% mais cara no Rio de Janeiro, na comparação com o preço médio do litro do combustível na capital paulista. Em São Paulo, o litro do combustível saiu por R$ 2,567, em média, enquanto que na capital carioca o preço médio no segundo mês do ano ficou em R$ 2,702 por litro.

Já o álcool também registrou valores mais altos no Rio. Na região, o litro do combustível estava 15,25% mais caro que o registrado em São Paulo. Em valores, o preço médio do derivado de cana-de-açúcar ficou em R$ 2,177 na capital carioca, contra R$ 1,889 registrado na capital paulista. 

Outros combustíveis

Em contrapartida, os consumidores que utilizaram GNV, diesel e biodiesel para abastecer seus veículos verificaram preços mais em conta na capital do Rio de Janeiro. Em São Paulo, os combustíveis estavam, respectivamente, 1,43%, 1,42% e 1,60% mais caros. 

Na tabela abaixo é possível verificar os preços médios praticados nas duas capitais em fevereiro:

Cidade Gasolina Álcool Diesel Biodiesel GNV
Rio de Janeiro R$ 2,702 R$ 2,177 R$ 2,038 R$ 2,058 R$ 1,470
São Paulo R$ 2,567 R$ 1,889 R$ 2,067 R$ 2,091 R$ 1,491

Fonte: Ticket Car/dados de fevereiro

Regiões do RJ

Além de terem gastado mais com gasolina do que os paulistanos, no segundo mês deste ano, os cariocas viram o preço médio desse combustível subir 1,36%.

Apesar disso, os cariocas que optaram por abastecer com gasolina economizaram mais que aqueles que escolheram o álcool, já que o primeiro combustível segue vantajoso em relação ao etanol pelo segundo mês consecutivo.

Se forem tomadas por base as quatro regiões do Rio de Janeiro, a zona Oeste tinha os preços médios mais em conta para todos os combustíveis - gasolina, álcool, diesel, biodiesel e GNV.

Na outra ponta, a zona Sul apresentou os combustíveis mais caros em fevereiro também para todos os combustíveis pesquisados. 

Preços regionais paulistanos

Em São Paulo, a região mais cara para abastecer o carro ainda é a do Centro, que registrou os maiores preços para gasolina, álcool, diesel e GNV. O biodiesel mais em conta foi encontrado na região Norte.

Em contrapartida, a região onde os combustíveis são mais baratos é a zona Leste, quando considerados gasolina, álcool, diesel e GNV. Para o biodiesel, a zona Norte é a mais em conta.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host