UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/03/2010 - 08h27

Abastecer na zona Leste de São Paulo é mais em conta do que em outras regiões

SÃO PAULO – O álcool deixou de ser sinônimo de economia em quase todo o País, com exceção do Mato Grosso. Na cidade de São Paulo, não é diferente. Segundo dados da Ticket Car, trocar a gasolina pelo etanol não compensa para donos de carros bicombustíveis da capital paulista, já que o primeiro combustível tem vantagem de 27% sobre o segundo.

Analisando por região, o levantamento mostra ainda que a zona Norte da cidade registra o menor valor médio do litro do álcool, de R$ 1,844, e também do biodiesel. Entretanto, é na região Leste onde se encontram os preços mais baratos para abastecer com outros combustíveis. Em fevereiro, a região tinha os menores preços médios para gasolina, diesel e GNV: R$ 2,511, R$ 1,982 e R$ 1,469, respectivamente.

No Centro, por sua vez, foram encontrados os litros mais caros do álcool, gasolina e também do diesel e do metro cúbico do GNV. Já o biodiesel mais caro em fevereiro estava na região Sul.

Por região

Na tabela abaixo, é possível verificar o preço médio do litro ou metro cúbico dos combustíveis, conforme a região:

Região Gasolina Álcool Diesel Biodiesel GNV
Centro R$ 2,620 R$ 1,931 R$ 2,126 R$ 2,104 R$ 1,535
Leste R$ 2,511 R$ 1,847 R$ 1,982 R$ 2,049 R$ 1,469
Norte R$ 2,518 R$ 1,844 R$ 2,004 R$ 2 R$ 1,474
Oeste R$ 2,568 R$ 1,885 R$ 2,092 R$ 2,077 R$ 1,525
Sul R$ 2,574 R$ 1,899 R$ 2,105 R$ 2,122 R$ 1,491

Fonte: Ticket Car/dados de fevereiro

No segundo mês do ano, a gasolina custava R$ 2,567, em média, na capital paulista. Já o preço médio do álcool ficou em R$ 1,889, com incremento de 1,61%.

O biodiesel e o diesel fecharam o mês com preços médios de R$ 2,091 e R$ 2,067. O GNV, por sua vez, registrou preço médio de R$ 1,491 o metro cúbico em fevereiro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host