UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/03/2010 - 08h28

Indicação supera preço quando usuário decide consertar computador

SÃO PAULO – Na hora de consertar o computador, o preço da manutenção vem apenas em segundo lugar na preocupação dos consumidores. O quesito com o qual as pessoas mais se preocupam é a recomendação – saber se os amigos e conhecidos indicam aquele profissional.

Esse é o resultado da pesquisa realizada pela Riosoft (Sociedade Núcleo de Apoio à Produção e Exportação de Software no Rio de Janeiro), em parceria com o Sebrae-RJ (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Recomendação

Segundo a pesquisa, das 400 pessoas entrevistadas, 87% se preocupam com a recomendação de outras pessoas antes de escolher o técnico de informática. O critério preço é utilizado por 85% dos consumidores.

“O que o cliente espera é a junção dessas características a um contrato que ofereça serviços realmente vantajosos para justificar o pagamento mensal de manutenção e reparo de computadores”, afirmou o diretor executivo da Riosoft, Benito Paret.

Neste caso, mostra a pesquisa, 38% dos consumidores demonstraram interesse em manter este tipo de contrato, já que 43% não pagaram pelos serviços, por recorrerem a amigos e familiares para solucionar os problemas, e 42% desembolsaram entre R$ 20 e R$ 100.

Empresas

Já dentre as 300 empresas pesquisadas, 44% se interessaram em realizar um contrato de manutenção, sendo que a assistência técnica custou, em média, R$ 145,21.

Quanto ao critério de escolha para o conserto, o prazo de atendimento ao chamado exerce influência para 21%. O prazo de execução do serviço é a principal exigência de outros 25%. A recomendação de terceiros é importante para 17% das pessoas jurídicas entrevistadas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host