UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/03/2010 - 09h32

IPCA: gasto maior com educação pressiona bolso do consumidor

SÃO PAULO - O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) registrou uma taxa de 0,78% em janeiro, 0,03 ponto percentual acima da registrada no mês anterior, segundo divulgou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (5).

Os itens que mais pesaram no bolso dos consumidores foram aqueles relacionados à educação, como as mensalidades escolares, que aumentaram 5,38% e responderam pelo maior impacto individual do mês. O item contribuiu com 0,26 ponto percentual do índice e elevou os preços no grupo Educação (0,26% para 4,53%).

Em 12 meses, o IPCA está em 4,83% e, no acumulado do ano, o índice apresenta alta de 1,54%

Outros grupos

Na passagem de janeiro para fevereiro, os grupos Alimentação e Bebidas (1,13% para 0,96%), Artigos de Residência (0,41% para 0,36%), Vestuário (0,31% para -0,52%), Transportes (1,45% para 0,79%) e Despesas Pessoais (0,78% para 0,40%) registraram quedas em seus índices.

Além de Educação, os grupos Habitação e Comunicação também apresentaram altas, com seus índices passando de 0,27% para 0,31%; e 0,00% para 0,03%, respectivamente.

Regiões

Entre os índices regionais, Belém e Salvador apresentaram os maiores resultados de fevereiro, ficando em 1,37% e 1,08%, nesta ordem. Em Belém, a principal influência para o aumento veio dos preços dos alimentos, que subiram 1,58% na cidade. Já as menores taxas foram registradas em Fortaleza (0,10%) e Brasília (0,53%).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host