UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/03/2010 - 08h34

Bancos chineses deveriam levantar capital com próprio lucro, diz agência reguladora

SÃO PAULO – Os bancos chineses deveriam valer-se do lucro acumulado para encontrar taxas adequadas por empréstimos antes de se valerem de outros métodos, afirmou no último domingo (7) Zhu Congjiu, assistente do presidente da comissão de valores mobiliários chinesa (China Securities Regulatory Comission).

Para Congjiu, as instituições que não consigam utilizar seus próprios ganhos deveriam levantar capital por meio da oferta de direitos. Em seguida, o órgão cita a possibilidade da venda de títulos conversíveis ou subordinados - ofertas de ações são a operação menos bem quista pela comissão.

Este ano, os bancos chineses apresentam forte necessidade de levantar capital, uma vez que no ano passado, por conta dos incentivos do governo, eles emprestaram um expressivo montante de 9,59 trilhões de yuans (US$ 1,4 trilhão), somente em novos financiamentos.

Cenário

Por conta disto, desde dezembro, quatro instituições financeiras chinesas anunciaram planos de captar cerca de 87 bilhões de yuans por meio de ofertas de direitos. Enquanto o China Merchants Bank recebeu aprovação para ofertar 22 bilhões de yuans, o Bank of Communications também planeja outros 42 bilhões também por meio da emissão de títulos.

Congjiu, da comissão de valores mobiliários chinesa, também comentou que a agência estuda a possibilidade de aprovar mudanças no sistema de emissões de títulos mobiliários, visando facilitar operações de distribuição de ações no mercado às companhias do país.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host