UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/03/2010 - 09h07

Compactos e modernos: mulheres gostam de carros e mudam o mercado

SÃO PAULO – Carros pequenos por fora e espaçosos por dentro. Alto aproveitamento interno, grande número de acessórios e porta-objetos. Design moderno e cores vibrantes. Esse é o perfil básico do carro preferido das mulheres.

Se antes elas pareciam não entender nada de veículos, hoje o mercado está de olhos bem abertos para esse nicho que só cresce. “Antes, a mulher participava apenas da escolha do veículo”, comenta o técnico da Molicar, Vitor Meizikas. “Agora, ela vai na concessionária e escolhe o que ela quer”, completa.

E essa escolha nem sempre é tão fácil ou baseada apenas no design ou no acabamento. Os detalhes chamam mais a atenção delas. Isso não significa que as mulheres não entendem de carro. Segundo o técnico, elas apenas preferem prestar atenção na praticidade dos veículos. “Ela não está preocupada com informações técnicas e sim na utilização do veículo. No lado mais prático”, comenta Meizikas.

“O homem, às vezes, prefere comprar um carro usado. Já as mulheres vão preferir um carro novo, porque elas não querem ter trabalho, ter problemas”, justifica Meizikas. 

Solteiras versus casadas

Na hora de escolher um modelo, o técnico da Molicar acredita que há diferenças nas prioridades das mulheres dependendo do estado civil delas. As solteiras preferem os compactos, com muitos acessórios, como um C3, um Fox ou um Fit, por exemplo.

Já as casadas pensam na família quando vão escolher um veículo e optam pelos modelos mais esporte, do tipo adventure e cross – porque são maiores e passam a sensação de segurança, principalmente se os filhos estiveram no veículo. Mesmo as casadas, não descartam os porta-objetos.

Com relação à potência, Meizikas garante que elas não se importam muito com o desempenho. “Por isso que, entre elas, modelos 1.4 e 1.6 são suficientes”, comenta.

Elas mudaram o mercado

Quando as mulheres começaram a ocupar postos no mercado de trabalho, ter renda e a se preocupar em ter um veículo próprio, o mercado não as deixou de lado. “O gosto do consumo de veículos tem mudado e isso se deve à participação das mulheres nesse mercado”, afirma o técnico.

As mulheres procuram o que elas querem nas concessionárias e a tendência, de acordo com Meizikas, é a de que as empresas atendam cada vez mais os gostos femininos. “É um nicho de consumidor que tem que ser atendido”, completa.

O eleito

O Jaguar XF, sedã premium, lançado em 2008, foi o carro eleito em um concurso curioso: o “Womens's World Car Of The Year”, que elegeu o carro preferido pelas mulheres no ano passado. 

Dentre os 21 modelos julgados, o Jaguar foi o escolhido da primeira edição do evento. Quantidade de porta-objetos, facilidade no acionamento de comandos e conforto foram alguns dos critérios que elegeram o modelo de luxo. 

Facilidade para o transporte de crianças, beleza e dirigibilidade também foram os critérios analisados pelas oito integrantes da banca julgadora.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host