UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/03/2010 - 11h39

Dieese: em fevereiro, cesta básica sobe em 16 das 17 capitais pesquisadas

SÃO PAULO - A cesta básica ficou mais cara para o consumidor em 16 das 17 capitais brasileiras analisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em fevereiro, sendo que Goiânia foi a única a registrar recuo nos preços, de 4,55%, entre o primeiro e o segundo mês deste ano.

De acordo com os dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica, divulgados nesta segunda-feira (8), o preço da cesta básica apresentou variação positiva em 16 capitais. Entre as cidades com as maiores altas estão Recife (6,84%), Salvador (6,71%), Belo Horizonte (5,26%) e João Pessoa (4,25%).

Valores

Segundo o levantamento, na cidade de São Paulo a cesta fechou o segundo mês do ano custando R$ 229,64. O maior valor foi registrado em Porto Alegre (R$ 238,46) e o menor valor ficou com Aracaju (R$ 169,57). Veja abaixo o comportamento dos preços no mês passado:

 

Custo da cesta básica nas principais capitais brasileiras
Capital Valor em fevereiro Variação
Aracaju R$ 169,57 0,26%
Fortaleza R$ 176,89 0,59%
João Pessoa

R$ 179,28 4,25%
Recife R$ 184,04 6,84%
Goiânia R$ 190,63 -4,55%
Natal R$ 193,50 3,63%
Salvador R$ 198,24 6,71%
Belém R$ 204,93 0,15%
Curitiba

R$ 215,61

1,71%
Belo Horizonte

R$ 216,51 5,26%
Brasília R$ 216,89 1,13%
Florianópolis

R$ 217,59 2,04%
Rio de Janeiro

R$ 221,80 3,76%
Manaus R$ 223,90 3,40%
Vitória R$ 224,74 3,47%
São Paulo R$ 229,64 2,05%
Porto Alegre R$ 238,46 0,81%

Fonte: Dieese

Variação anual

Considerando as variações de fevereiro deste ano frente o mesmo mês de 2009, houve queda de preços em 13 das regiões pesquisadas, sendo que o maior recuo foi em Goiânia (-9,70%).

Já os aumentos ficaram com Recife (2,31%), Salvador (0,59%) e Belém (1,64%). João Pessoa se manteve estável no período.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host