UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/03/2010 - 13h26

Corretora retoma cobertura de Telemar Participações com recomendação neutra

SÃO PAULO – A Itaú Securities reinicia sua cobertura de Telemar Participações (TNLP4) com uma recomendação de marketperform (desempenho em linha com o mercado).

O banco projeta um preço-alvo de R$ 39,10 para sua ações – upside (potencial teórico de valorização) de 18,84% frente último fechamento - e de US$ 22,70 para os ADRs (American Depositary Receipt). 

Sinal amarelo

Embora avalie os múltiplos e dividendos da companhia como sendo atrativos e possuindo potencial para expansões, os analistas Carlos Constantini, Bruno Mendonça e Martín Lara, mantém o sinal de alerta frente aos ativos TNLP4. 

O temor vem em decorrência das incertezas que cercam o processo de incorporação da Brasil Telecom, o qual pode impactar a performance das ações no curto e médio prazo.  

Desempenho

O Itaú prevê ainda que nas próximas semanas a Oi deve propor uma nova relação de troca entre os ativos da Brasil Telecom e Telemar. Até lá, a projeção é de desempenho estável dos ativos. 

Riscos no curto prazo

Quanto ao principal risco para a companhia no curto prazo, os analistas avaliam que este deve vir de um possível processo negativo de incorporação da BrT – acentuando porém que o fato impactará mais severamente os papéis desta. 

Além disso, disparam que “o pior cenário para a companhia [Telemar Part],(...) é a BrT permanecer como uma companhia listada”. 

Obstáculos futuros

Já no que tange a médio e longo prazos, os principais riscos vislumbrados pelo Itaú são contrações nos dividendos, remanejamento corporativo prejudicial à companhia e falta de alinhamento entre acionistas controladores e minoritários.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host