UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 16h15

Inadimplência em condomínios cresce 24,72% em fevereiro

SÃO PAULO - O número de ações contra inadimplentes em condomínios cresceu 24,72% entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano, segundo revela levantamento realizado pelo Grupo Hubert e divulgado nesta quinta-feira (18).

A alta decorre das férias forenses de janeiro, mas não foi suficiente para reverter a tendência de baixa dos últimos 12 meses, que ficou em 47,31%, influenciada, sobretudo, pela lei 13.160 - que permite o protesto do boleto de cobrança de condomínios.

"A lei que permite o protesto, da deputada Maria Lúcia Amary, minimizou a difícil situação dos condomínios, quando o boleto não podia ser protestado e muitos condôminos davam preferência ao pagamento de contas cujo atraso geram juros mais altos”, declarou o diretor do Grupo Hubert, Hubert Gebara.

Ações

Segundo o levantamento, em fevereiro, o número de ações por falta de pagamento atingiu 676, ante 542 de janeiro. Na tabela abaixo, é possível conferir o número de ações registradas nos últimos 12 meses e a variação em relação ao mês imediatamente anterior:

 

Inadimplência em condomínios

de março de 2009 a fevereiro de 2010
Mês Número de ações Variação em relação

ao mês anterior
Março/09 1283 49,36%
Abril/09 833 -35%
Maio/09 800 -3,97%
Junho/09 1.113 39,13%
Julho/09 965 -13,29%
Agosto/09 1.074 11,03%
Setembro/09 1.065 -0,84%
Outubro/09 910 -14,55%
Novembro/09 879 -3,41

Dezembro/09 952

6,13

Janeiro/10 542 -43,07%
Fevereiro/10 676 24,72%

Fonte: Grupo Hubert

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host