UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/03/2010 - 11h21

Receita Federal alerta para mensagens falsas em nome do órgão

Infomoney

SÃO PAULO – A temporada de entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda exige, do contribuinte, muito cuidado com as informações. Nesta época do ano, fraudadores se aproveitam da obrigação fiscal para roubar dados pessoais de contribuintes pela internet, principalmente por meio de e-mails falsos.

A Receita Federal alerta que não manda e-mails sem autorização do contribuinte nem autoriza parceiros e conveniados a fazê-lo em seu nome.

De acordo com o órgão, as mensagens falsas iludem o cidadão com apresentação de telas que misturam instruções verdadeiras e falsas, que usam nomes e timbres oficiais, informando, por exemplo, que o "CPF está cancelado ou pendente de regularização", afirmando que a "declaração de Imposto de Renda possui erros e deve ser enviada uma declaração retificadora" ou comunicando "erros na Restituição do Imposto de Renda" e "citando valores residuais a serem recebidos".

A Receita aconselha excluir imediatamente esses e-mails e pede que o contribuinte não clique em links nem abra arquivos anexados.

Declaração segura
Em 2009, 25,5 milhões de declarações foram entregues pela internet, a forma mais prática de enviar o documento. Para 2010, a expectativa é de que a maioria dos contribuintes também use a rede para declarar. Para evitar fraudes e declarar de forma segura, seguem as dicas da advogada especialista em direito digital, Patrícia Peck Pinheiro:
 

  1. Fazer uso de computador seguro e conexão segura;
  2. Evitar fazer a declaração em cybercafé ou lanhouse (se não houver certeza da segurança do equipamento);
  3. Não deixar para o último dia (pois é comum haver problema de excesso de solicitações ao site da Receita);
  4. Guardar o seu arquivo digital gerado ao final pelo prazo mínimo de 5 anos;
  5. Se possível, fazer uso de um e-CPF;
  6. Não responder nem clicar em emails que digam que houve um problema com sua declaração, em caso de dúvida, entrar em contato direto com a Receita pelo site (www.receita.fazenda.gov.br) ou pelo telefone de atendimento ao público (146).


 

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host