UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/03/2010 - 14h50

Cresce uso de cartões de débito e crédito no setor turístico

SÃO PAULO – O uso do cartão de crédito e débito no setor de turismo vem crescendo de maneira mais forte que em outros segmentos. Segundo a Redecard, o faturamento dos cartões relacionado a agência de turismo e viagem cresceu 60% em 2009, na comparação com o ano anterior.

De acordo com a companhia, o volume de transações com cartões de débito ou crédito na compra de passagens aéreas aumentou 25% no ano passado.

“Com a perspectiva da Copa do Mundo no Brasil e Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, o País começa a sentir os reflexos dos investimentos na área de turismo e viagens”, declarou o presidente da Redecard, Roberto Medeiros. “Em 2009, por exemplo, o número de agências de viagem e turismo credenciadas pela Redecard foi 36% maior do que no ano anterior. Maior comodidade e segurança para todo o mercado”, acrescentou o executivo.

Como exemplo da predominância dessa forma de pagamento no setor turístico, no Rio de Janeiro, o faturamento relacionado a cartões de crédito e débito cresceu 20% e 24% no Carnaval 2010, na comparação com o ano passado.

Mudanças no setor

Nesta semana, a Redecard declarou que, a partir de 1º de julho, passará a aceitar os cartões da bandeira Visa em suas máquinas distribuídas em toda a rede.

O anúncio ocorreu apenas um dia antes de o Santander lançar sua entrada no mercado de cartões de débito e crédito. Em parceria com a empresa GetNet, a rede credenciada do banco espanhol aceitará transações de cartões MasterCard, Visa, entre outras bandeiras regionais.

Cheques

Na contramão do aumento na adoção de cartões no setor turístico, a companhia aérea Azul anunciou que passará a aceitar cheques pré-datados no pagamento de passagens de avião, em uma estratégia para alcançar consumidores de baixa renda.

“A gente vai aceitar quase todo mundo. Se você tem um CPF, endereço e conta no banco, daremos oportunidade para essas pessoas que não têm cartão de crédito ou não têm limite no cartão de crédito para pagar as passagens”, declarou o presidente da Azul, David Neeleman, em entrevista à InfoMoney.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host