UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/03/2010 - 11h43

Débitos não autorizados foram as principais queixas contra bancos em fevereiro

SÃO PAULO – Débitos não autorizados foram os principais motivos das reclamações contra bancos no segundo mês do ano, conforme divulgou o Banco Central . Das 554 reclamações procedentes no último mês, 54 eram sobre essa operação, que representou 9,75% do total.

Do total referente à esse tipo de reclamação, 12 foram feitas contra o Santander e o mesmo número contra o Itaú. Em seguida estão o Bradesco, com 10 reclamações sobre débitos não autorizados, e a Caixa Econômica Federal, com nove reclamações desse tipo. Banco do Brasil e Safra aparecem logo após, com oito e uma reclamações, respectivamente.

No primeiro mês de 2010, débitos não autorizados estavam em segundo lugar do ranking, com 61 queixas, 11,5% do total de 530 reclamações procedentes de todos os bancos de janeiro. 

Outras reclamações

Já a reclamação com o segundo maior número de incidência foi a que se refere a saques e depósitos divergentes, com 50 ocorrências ou 9% do total. Nesse caso, as instituições que mais tiveram reclamações desse tipo foram Banco do Brasil, com 58 reclamações, Caixa Econômica (11), Santander (4), Banco de Brasília (3), Bradesco (3) e Itaú (1).

Em terceiro, com o mesmo número de reclamações, ficaram as restrições aos canais de atendimentos convencionais, que também representou 9% do total (50 reclamações). Na tabela abaixo, é possível verificar as dez principais reclamações de fevereiro:

Reclamação Número Representação
Conta - Débitos não autorizados   54 9,75%
Segurança dos meios alternativos -  saques/depósitos divergentes 50 9%
Restrições aos canais de atendimento convencionais  50 9%
Segurança dos meios alternativos - operações não reconhecidas 38 6,85%
Circular 3289 - esclarecimentos incompletos/incorretos 33 5,95%
Concessão de crédito s/ tít adequado - ausência de doc - crédito consignado 

25 4,52%
Ouvidoria - outros  23 4,15%
Concessão de crédito s / tít adequado - doc falsa - crédito consignado 20 3,61%
Tarifas - cobrança irregular - serviços não contratados 18 3,25%
Conta - encerramento  17 3,06%

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host