UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/03/2010 - 15h24

Ações da TIM sofrem forte queda, após Anatel permitir desbloqueio de celulares

SÃO PAULOS - As ações ordinárias da TIM (TCSL3) foram um dos destaques de queda do Ibovespa nesta sexta-feira (19), ao fecharem com queda de 4,63% e sendo negociadas a R$ 7,01. Já os papéis preferenciais da operadora de celulares (TCSL4) encerraram o pregão com desvalorização de 3,85%, a R$ 4,99.

O desempenho reflete a reação dos investidores à aprovação de súmula pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) que impede a cobrança pelo desbloqueio de aparelhos de celular. A decisão afeta a estratégia adotada pela companhia de investir no subsídio de aparelhos pré-pagos vinculado ao bloqueio, uma forma de manter os clientes.

De acordo com o presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, as operadoras não poderão mais usar o prazo de 12 meses de fidelização nem o fornecimento gratuito do aparelho para negarem seu desbloqueio.

Vivo também recua

A Vivo (VIVO4) também adotava estratégia similar. Não à toa, os papéis preferenciais da empresa, que fazem parte do índice Ibovespa, terminaram este pregão com queda de 1,81%, sendo cotados a R$ 48,80.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host