UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/03/2010 - 15h03

Brasileiro aprova, mas usa pouco serviços que envolvem dinheiro no celular

SÃO PAULO – O uso ainda é pequeno, mas a aceitação dos brasileiros para serviços como pagamentos por celular (mobile payment) e uso do aparelho para movimentação de conta bancária (mobile banking) é grande, revelou uma pesquisa realizada pela Acision.

De acordo com os dados, 71% dos brasileiros usariam o celular como cartão de crédito ou débito, enquanto 66% consultariam o saldo ou movimentariam uma conta em banco por meio do aparelho.

Porém, quando questionados sobre essas novas funções, apenas 5% responderam que já fizeram um pagamento pelo celular, com uma frequência de 0,4 vez por semana. Outros 7% acessaram algum banco pelo aparelho, com uma frequência de 0,7 vez por semana.

A pesquisa MAVAM (Monitor Acision de VAS Móvel), divulgada nesta quarta-feira (24), apresenta indicadores de serviços de valor adicionado (VAS) no celular para as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Serviços de valor agregado

A queda nas receitas das operadoras mundiais no serviço de voz, provocada pela competição e pela maturidade dos negócios, tem estimulado as operadoras móveis a buscar novas fontes de receitas por meio da ampliação dos seus serviços.

“O telefone celular existe há 30 anos, e estão sendo criados serviços com maior valor agregado”, explicou o presidente para a América Latina da Acision, Rafael Steinhauser.

Em 2009, a receita de VAS no Brasil totalizou R$ 8 bilhões, um crescimento anual de 40% e uma participação cada vez maior na receita de serviços das operadoras de celular, chegando a 14% no último trimestre do ano passado. O destaque fica por conta do serviço de mensagens, representando metade da receita com serviços de valores agregados das operadoras.

“No mundo, isso chega a 40%”, afirmou Steinhauser. Dados mostram que a participação de VAS na receita total de serviços chegou a 25% nos Estados Unidos no primeiro semestre do ano passado e a 40% no Japão.

Tipos de serviços

Dentre estes serviços de valor agregado, estão o mobile payment (pagamento de contas em substituição ao dinheiro e cartões), o mobile ticketing (pequenos pagamentos por meio de um crédito armazenado no celular), mobile banking (acesso à conta bancária e pagamento de contas, além de gestão do portfólio de investimentos) e mobile money transfer (transferência de dinheiro).

“O mais avançado será a transferência de dinheiro universalmente”, destacou o diretor de Vendas da Telepim, Dragos Regalie.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host