UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/03/2010 - 18h22

Baixa temporada faz cruzeiros marítimos baratearem até 50%

SÃO PAULO – Quem quer participar de um cruzeiro marítimo, mas pensa duas vezes, por conta dos altos preços, pode aproveitar o final do mês de março e o mês de abril e economizar até 50% com este tipo de viagem.

Isso porque, conforme explica o vice-presidente da Abremar (Associação Brasileira de Representantes de Empresas Marítimas), Adrian Ursili, este é o período de baixa temporada nos cruzeiros.

“Por conta da demanda, que tem sido maior nos últimos anos, cada vez mais os cruzeiros têm tido preços convidativos. Contudo, passado o período do Carnaval, em especial nos meses de março, abril e maio, os valores chegam a cair de 40% a 50%, nos passeios de curta duração”, diz Ursili.

Rumo à Europa!

Quem quer conhecer a Europa gastando menos também pode ter nos cruzeiros marítimos uma opção até 30% mais econômica do que os pacotes turísticos tradicionais.

Além disso, na baixa temporada, as empresas que trabalham com cruzeiros marítimos costumam fazer promoções, como a do segundo passageiro grátis, nas travessias atlânticas.

Nesta época do ano, quando se inicia a alta temporada de cruzeiros nos países europeus, muitos navios deixam a costa brasileira para navegar por lá. A viagem, que dura cerca de 18 dias, além de passar por vários estados do Brasil, chegar a visitar de quatro a seis países da costa européia, pelo preço médio de US$ 2 mil por pessoa.

Contudo, na hora da volta, o passageiro deve fazer o traslado de avião, mas, segundo Ursili, a maior parte das empresas também cuida desta parte.

Números

Ainda conforme a Abremar, esta temporada de cruzeiros marítimos é a mais longa de todas no país, já que começou em outubro do ano passado e vai terminar em maio deste ano.

Há dois meses para o fim das viagens, cerca de 90% das cabines já foram vendidas, sendo que 2010 fechará com mais de 900 mil passageiros, número 66% maior que a procura registrada no verão anterior.

“Um dos fatores que determinam esse sucesso é a participação crescente da nova classe média, que, tendo mais dinheiro no bolso, opta pelos navios”, explica o presidente da Abremar, Ricardo Amaral.

No que diz respeito à baixa temporada, apesar de ainda haver alguns lugares, para aproveitar promoções e preços mais baixos, o ideal é fazer a compra de seis a 12 meses de antecedência.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host