UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/03/2010 - 17h08

Contagem regressiva: Hora do Planeta acontecerá no sábado

SÃO PAULO – Pelo quarto ano seguido, milhares de pessoas ao redor do mundo vão ficar às escuras. Não se trata de um apagão. A Hora do Planeta, que acontecerá entre 20h30 e 21h30 do sábado (27), organizada pela WWF, é um ato coletivo em favor do planeta e contra o aquecimento global. Para participar, basta apagar as luzes.

De acordo com o Instituto Akatu, o movimento conta com a participação de 2 mil cidades de mais de 100 países. No ano passado, 88 países participaram do ato simbólico. No Brasil, 14 mil pessoas, 176 organizações e 1.035 empresas de quase 30 cidades também apagarão as luzes contra o aquecimento global.

Este ano, a campanha mundial da Hora do Planeta teve seu lançamento na China, na cidade de Chengdu, município natal da ursa panda Mei Lan, embaixadora mundial do movimento.

Tudo começou com a Austrália

O primeiro país a apagar as luzes foi a Austrália. Em 2007, 2,2 milhões de habitantes em Sydney ficaram às escuras durante uma hora.

Naquele ano, o país produzia cerca de 80% da sua eletricidade a partir de usinas termoelétricas a carvão – o que aumenta a emissão de gases poluentes de efeito estufa. No mundo, 20% desses gases são gerados a partir da produção de energia elétrica.

Tudo às escuras

No Brasil, dez capitais participarão do ato, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba devem participar deixando às escuras símbolos de suas cidades, como a Ponte Estaiada, na capital paulista; o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro; a Praça Alfândega, em Porto Alegre; e a Estufa do Jardim Botânico, em Curitiba.

No mundo, monumentos importantes e simbólicos também vão ficar apagados, como a Torre Eiffel, em Paris; a London Eye, em Londres; o Empire State Building, em Nova Iorque; a Fontana di Trevi, em Roma; e o Grand Palace, em Bangcoc.

Bem ao planeta e economia para o bolso!

Desligar as luzes e os equipamentos eletrônicos por uma hora será um movimento simbólico para conscientizar as pessoas da importância do combate ao aquecimento global. Mas saiba que atos como esses também ajudam a reduzir a conta no final do mês.

Para que o ato passe de simbólico para rotineiro, confira algumas dicas para salvar o planeta e o seu orçamento:

  • Lâmpada: trocar a incandescente pela fluorescente proporciona economia de 15% na conta de luz, segundo estudo da Coppe/UFRJ (Centro de Pesquisa e Estudo de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro).
  • Equipamentos novos: troque os antigos pelos sistemas novos e eficientes. Uma boa dica é ficar atento ao Selo Procel de Economia, pois ele indica os equipamentos com os melhores índices de eficiência energética em suas categorias.
  • Eletroeletrônicos: a dica é desligar qualquer eletrônico, desde a televisão até o computador, quando ele não estiver sendo usado.
  • Stand by: quando os aparelhos estão no modo de espera, gastam pouco menos do que quando estão em funcionamento. O segredo é desligá-los no botão.
  • Geladeira: quando for abrir a geladeira, retire de uma só vez todos os alimentos de que vai necessitar e evite guardá-los quentes no refrigerador ou no freezer. Regule o termostato adequadamente e verifique se a borracha de vedação da porta está em bom estado, para evitar a fuga de ar frio.
  • Chuveiro: por mais tentador que seja, não se prolongue no banho e não tente aproveitar uma resistência queimada, pois isso acarretará aumento de consumo. 
  • Energia renovável: utilize a solar ou a eólica, sempre que possível. Segundo estudo do Greenpeace, o uso desses aquecimentos em um edifício antigo pode cortar os gastos com energia em até 80%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host